quinta-feira, 23 de julho de 2015

Atividade de Páscoa foi com a professora Patrícia

Todo ano existe algum trabalho diferenciado sobre a Páscoa junto aos alunos dos Anos Finais do Ensino Fundamental. A época não pode deixar de ser lembrada, pois é uma época especial, de muita reflexão e de renovação dos votos de esperança.
Tem ano que tem atividades de Língua Inglesa, geralmente com a professora Daniela, outras vezes de Língua Portuguesa... mas, neste ano, quem trabalhou com os alunos dos 6ºs anos sobre o tema foi a professora de Ciências Patrícia Montebelo.
Juntamente com Dona Ângela, então Arte Educadora, Patrícia trabalhou o tema à medida que ia confeccionando com os alunos pequenos cartões de Páscoa e "caixinhas" confeccionadas com recicláveis para guardar chocolates.
O resultado ficou interessante, e os alunos mostram-no nas fotos a seguir:



Professora Mara dá aula prática no quintal da escola  

A Professora de Geografia dos Anos Finais do Ensino Fundamental da EMEF "Dr João maria de Araújo Júnior" Mara Lourdes Gonçalves, se organizou para ministrar uma aula prática para seus alunos dos 8ºs anos.
Durante dias, juntou materiais, adaptou outros e trouxe tudo para a escola.
Como iria mexer com terra, levou os alunos para as dependências da antiga escola infantil e lá trabalhou mostrando e explicando sobre a formação e as características dos diferentes tipos de solo e de rochas.

Conforme ia explicando, ia convidando os alunos a perceberam as diferentes texturas

Apresentando diferentes tipos de rochas

Fazendo alguns alunos colocarem a mão na massa

Teve até espaço para gracinhas e risadas


E depois, chegou o momento da sistematização do conhecimento nos cadernos. 
Alguns alunos levaram tudo muito a sério e fizeram a atividade com dedicação.







Supervisor Adauto e aula de Ética

No início do segundo bimestre, esteve presente no 6º ano B o supervisor Adauto para uma breve exposição a respeito de Ética nas relações interpessoais. 
Desenvolvendo uma linha de raciocínio e exemplos cotidianos provocadores, prendeu a atenção dos adolescentes discutindo temas como liberdade e responsabilidade.
O encontro foi breve, mas as reflexões iniciadas ali são importantes para a vida toda.

 Supervisor Adauto com os alunos do 6º B

ARRAIÁ DO JÃO MARIA 2015

No dia 20 de junho foi a festa junina no arraiá do Jão Maria. A festança foi tão boa, tão boa que as image vale mais que mir palavra. Se vosmecê veio, veio e adorô. Se num veio, num veio e perdeu a maior festança, com uma cumilança da mais boa, sinhôs e sinhás dos mais bunito e uma alegria que vosmicê nunca viu iguar!

De manhã, o maior trabalho na cozinha. Professores e funcionários preparando os quitutes

Os convites distribuído às autoridades e as alunos e suas famílias partiram de
obras feitas pelas crianças no concurso de desenho junino

Os desenhos também foram usados na decoração do pátio da escola
para deixar a festa mais bonita ainda

Trabalhos produzidos pelos adolescentes junto à professora Lília,
 baseadas na obra de Alfredo Volpi também embelezaram o espaço

Teve até desenho da professora Giseli, de História, para enfeitar
a barraca de bolos dos 9ºs anos

E o nosso pátio ficou lindo: todo enfeitado, com funcionários animados e prontos
para atenderem a todos. Essa é a "barraca" do pastel. Huuummmmmm!

Na barraca do sonho, a agente escolar Mayra, as professoras Leide e Alecsandra e
a Arte Educadora Adriana. Mayra e Adriana fizeram muitos dos enfeites de EVA

Quem quisesse poderia tirar foto no lindo espantalho de EVA e TNT, obra da 
agente escolar Mayra Farias com auxílio da arte educadora Adriana Gregório

Na barraca de bolos, os bonitões do 9º ano

A abóbora Joaninha esteve presente para as apostas sobre seu número de sementes.
Ela foi aberta no dia 26 de junho e tinha 577 sementes e o feliz ganhador levou
uma cesta de produtos alimentícios.

O pátio ficou lindo mesmo quando os convidados chegaram. Ficamos muito felizes!


A aluna Caroline do 7º A abriu as apresentações na quadra, chegando de "Camaro Amarelo"

Mostrando que os roqueiros também têm uma veia country, Felipe e Gustavo cantaram
Dead or Alive do Bon Jovi, acompanhados por Alexandre Leite na guitarra


A dupla "Maria Chiquinha" e "Maria Bonita" relembraram sucessos de Chitãozinho e Xororó

Os 2ºs anos das professoras Daiele e Daniela abriram as danças trazendo o carimbó

Os 5ºs anos das professoras Késia e Alecsandra trouxeram o pancadão sertanejo


Alunos do 4º ano apresentaram um forrozinho: Esperando na janela. Ensaiados
pelas professoras Lília e Leide

Criançada dos primeiros anos com as professoras Paula e Alessandra, 
a aniversariante do dia

A dança dos primeiros anos: galera coração

Em "clima de rodeio", os 3ºs anos das Professoras Roselie Clarice
dançaram ensaiados pela Educadora Física Nani. 

Os convidados na quadra acompanhavam as apresentações artísticas

Convidada ilustre, a Secretária Municipal de Educação Alessandra Lucchesi 
na foto com as Coordenadoras Jaqueline e Janaína e a Diretora Flora

Dona Tânia Regina, nossa ex-diretora e a Secretária Adjunta da Educação Edilene
fizeram questão de uma foto no lindo painel montado pelas professoras dos Anos Iniciais

Junto à Coordenadora Janaína, as professoras dos Anos Iniciais

O mister Gabriel e a miss Vitória, vencedores em 2015
acompanhados por suas professoras e a Diretora Flora


O homem mais elegante da festa: o monitor Rogério do Segundo Tempo e
Mais Educação que assumiu o papel de noivo da quadrilha dos 9ºs anos

Alunos dos 9ºs anos dançaram a quadrilha organizada pela Coordenadora Jaqueline Barea

O "padre" da quadrilha Gabriel Lacort, a noiva "toda-toda" Isabella Teles e
o monitor Rogério como noivo

Pessoal da quadrilha dos 9ºs anos. Chic no último esse pessoal!



A gestão escolar aproveita o balãozinho feito por Mayra e Adriana e agradece pelo
apoio recebido dos professores dos Anos Iniciais e Finais, aos alunos dos 9ºs anos,
aos queridos funcionários que tanto trabalharam para que a festa fosse um sucesso.
Agradece também aos pais e alunos por abrilhantarem com a presença e as lindas apresentações.

Projeto Vem Ser da Vila São Luiz apresenta seu trabalho ao final do semestre

O Projeto Vem Ser da Cáritas Arquidiocesana de Botucatu, que desenvolve suas atividades no salão da Capela da Vila São Luiz apresentou alguns dos resultados do trabalho desenvolvido com a comunidade escolar.
Aulas de música, dança e artesanato são ministrada por profissionais à crianças, adolescentes e adultos.
Na primeira semana de agosto, receberão novas inscrições para as vagas existentes.
Quem se interessar, deve procurar o salão paroquial da capela da Vila São Luiz para se inscrever no curso que mais lhe agradar.
A professora de música Juliana, que dá aulas de violão, guitarra e flauta doce, trouxe os alunos Mateus Amós do 8ºC e Alexandre Leite do 8ºB para apresentarem músicas que aprenderam a tocar com suas guitarras para os seus colegas de escola.
Mateus apresentou "satisfaction" do Rolling Stones e Alexandre o clássico do heavy "fear of the dark" do Iron Maiden.

Professora Juliana com Mateus Amós

Após apresentação, a hora de colher os aplausos

Alexandre durante a execução de seu número

Além disso, o professor de Hip Hop também trouxe seus alunos e fez uma apresentação bem rica, explicando a cultura, os componentes (a música, a dança, o MC e o grafite, fazendo rimas e colocando os alunos para dançarem em rodas de break.





É muito importante que a escola abra espaços para que os alunos demonstrem suas habilidades em outras áreas, principalmente na área artística, assim como é muito producente que esses espaços sejam compartilhados com projetos e organizações que estejam presentes na comunidade escolar.
Parabéns aos professores do Projeto Vem Ser e aos alunos por todo belo trabalho desenvolvido.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Instituto Giramundo Realiza Trabalho Junto aos Alunos do Mais Educação e aos Professores dos Anos Finais

Os biólogos monitores do Instituto Giramundo de Botucatu, Aline Veríssimo e Alexandre Junqueira, estiveram presentes nas duas últimas semanas de junho na EMEF "Dr João Maria de Araújo Júnior" desenvolvendo atividades relacionadas à Educação Ambiental. 
No dia 23 de junho, os profissionais participaram do Horário de Trabalho Pedagógico Coletivo (HTPC) conversando sobre a possibilidade de utilização do Atlas da Cuesta em aulas e/ou projetos da escola.
Procurando apoiar iniciativas nesse sentido, deixaram duas referências bibliográficas indicadas pelo Instituto para o desenvolvimento de trabalhos que viessem promover um maior conhecimento das riquezas naturais do Pólo Cuesta, bem como conscientizar sobre a importância de ações de preservação dessa região.
Junto aos alunos adolescentes do Programa Mais Educação, estiveram nas oficinas de Ciências/Educação Ambiental trabalhando um canteiro vertical.
Para essa atividade, o Instituto ofereceu todo o material, mas, como foi desenvolvida em muito pouco tempo, o monitor do Programa Mais Educação vai voltar a trabalhar o assunto, com mais dedicação e atenção, procurando reforçar a aprendizagem de suas turmas.
As fotos a seguir ilustram momentos da oficina junto aos alunos:

Aline faz a preparação teórica para a atividade prática

Os alunos assistem a um vídeo instrucional e à uma reportagem sobre canteiros verticais 
e a importância da reciclagem


Alunos trabalham preparando as garrafas PET para o plantio de temperos